Entenda quais são as principais burocracias para empreender com restaurantes!

6 minutos para ler

No Brasil, abrir uma empresa no ramo da alimentação envolve alguns obstáculos relevantes, mas que podem ser contornados dentro dos limites possíveis. As burocracias para empreender em nosso país são elevadas, pois há um grande número de documentos, normas e legislações para ser seguido.

Nesse contexto, é bom lembrar-se de que esse processo é importante para os estabelecimentos se desenvolverem com regularidade e coerentes com a lei, a fim de garantir a segurança do cliente. Afinal, trabalhar com alimentação envolve a experiência do consumidor, a saúde e a qualidade de vida do público.

Neste conteúdo especial que preparamos, vamos mostrar quais são as principais burocracias para empreender no ramo da alimentação, tanto para abrir um novo negócio como para expandir o restaurante. Venha com a gente e aprenda mais sobre o assunto!

Quais são as principais burocracias para empreender no ramo da alimentação?

Existem muitas burocracias para empreender com restaurantes, principalmente quando se está buscando ampliar o mercado de atuação. Vamos mostrar algumas dessas burocracias que geram preocupações para os donos de restaurantes a seguir. Veja mais!

Carga tributária

A carga de tributos no Brasil é grande, variada e atualiza-se com muita frequência. São muitas variáveis para considerar, e contar com o apoio de um profissional da contabilidade é imprescindível para garantir a regularidade do pagamento de impostos.

As entidades estatais têm realizado tentativas de minimizar as burocracias. Alguns exemplos de medidas que ajudam a facilitar os processos são a oficialização do sistema unificado eSocial, que permitiu eliminar o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED).

A Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte também foi migrada para um sistema unificado, o Sistema Público de Escrituração Contábil (SPED). Com sistemas integrados, é possível facilitar a comunicação com o estado e a transmissão das informações, o que torna o cumprimento das obrigações tributárias mais simplificado.

Demora na abertura do negócio

A abertura de um negócio no ramo da alimentação não acontece de forma imediata. São vários documentos exigidos para a obtenção do alvará de funcionamento, como: alvará de proteção contra incêndios, que é emitido pelo Corpo de Bombeiros; cópia do recibo de quitação do IPTU do imóvel; contrato social; planta do local, com a autorização que permite que o estabelecimento seja ocupado (o chamado Habite-se); e ter o registro de Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.

Assim, até você conseguir todos os documentos e as autorizações, demora certo tempo. Há, ainda, todos os outros processos do negócio que também precisam ser providenciados, como a contratação de funcionários e o planejamento financeiro.

Processos lentos

Conforme mencionamos, o governo faz esforços para desburocratizar e simplificar a vida do empreendedor. Porém, mesmo com alguns avanços, como a padronização da nota fiscal eletrônica, que já proporcionou alguma agilidade, é um pouco difícil dizer que os processos são rápidos. Normalmente, a informação demora a ser processada.

Destacamos que o objetivo da burocracia é garantir eficiência e conformidade com a legislação. Porém, os sistemas e o fluxo de trabalho não são completamente perfeitos. Assim, surgem entraves que resultam na demora dos processos. Além disso, a demanda por serviços é grande e nem sempre as autoridades estatais conseguem atender a todo o contingente de forma ágil.

Como se programar para minimizar a burocracia para empreender?

Mostramos diversos pontos em que há burocracia para empreender no Brasil. Você pode adotar estratégias viáveis para minimizá-la, além da dor de cabeça ao ampliar o mercado de atuação com restaurantes. Apesar de não termos uma influência tão grande sobre a definição de regras e normas, é possível adotar estas propostas simples, que facilitam as atividades no restaurante. Acompanhe!

Invista na automação de processos

Muitos processos podem tornar-se mais fáceis com o apoio de um sistema informatizado e da transformação digital. Há softwares disponíveis no mercado que permitem gerenciar a parte financeira e tributária de forma automatizada. Essas soluções se atualizam quando a legislação passa por mudanças. Assim, você fica em dia com a lei e paga os impostos de forma correta.

Conte com o apoio de profissionais especializados

Quando se trata de contabilidade, é importante contar com alguém que conheça bem a área para a realização dos cálculos e processos de forma correta. Mencionamos que a nossa legislação é rigorosa, detalhada e complexa, o que torna muito difícil para o empreendedor lidar com isso sozinho. Assim, contratar uma pessoa especializada na área, ou mesmo buscar uma empresa da área contábil, é imprescindível para manter o negócio em regularidade.

Trabalhe com dark kitchens

As dark kitchens são uma ótima possibilidade para reduzir a burocracia em empreender com restaurante, assim como para ampliar o negócio. Elas são cozinhas comerciais otimizadas, preparadas exclusivamente para operações de delivery.

Trata-se de uma opção de expansão com investimento inicial bem menor, em comparação com a abertura de uma nova unidade. Isso porque, como não há salão, são dispensados custos com aluguel de mesas e cadeiras, a mão de obra é menor, e você não precisa buscar locais de aluguéis elevados em pontos estratégicos da cidade.

A Kitchen Central fornece cozinhas comerciais inteligentes, otimizadas, voltadas exclusivamente para o preparo de refeições para delivery. Contamos, também, com software próprio, que proporciona condições de inovação e expansão com uma estrutura mais robusta e ágil. Dessa forma, contribuímos para a expansão rápida e descomplicada do seu estabelecimento.

Empreender com restaurantes envolve desafios para lidar com a burocracia em nosso país. Em relação à legislação e à tributação, o mais importante é estar em conformidade com as normas e obrigações. Isso pode ser um pouco demorado, mas é possível descomplicar outras possibilidades e facilitar o processo todo.

Com o apoio de profissionais especializados e sistemas de informação, por exemplo, já é possível simplificar boa parte da burocracia para empreender. Além disso, a oportunidade de trabalhar com uma dark kitchen pode ser a possibilidade perfeita de expansão segura, ágil e com investimento menor que o convencional.

Gostou de entender sobre quais são as principais burocracias para empreender com food services? Aproveite e confira, também, o nosso post sobre a otimização da cozinha do restaurante!

Posts relacionados

Deixe um comentário