Ghost kitchen: saiba como funcionam as cozinhas para delivery

6 minutos para ler

53% ao ano. Não, essa não é a taxa de juros do cartão de crédito. Foi o crescimento anual do mercado de delivery registrados pelos aplicativos no último no Brasil. Com tanta gente pedindo comida todos os dias, esse mercado criou estratégias para otimizar os processos e diminuir custos. A principal delas é a ghost kitchen.

Ela promete diminuir o tempo das entregas, bem como os valores gastos com o negócio. Dessa maneira, a empresa consegue melhorar o valor dos produtos e aumentar a cartela de clientes.

Quer entender sobre o assunto? Então, neste texto, vamos mostrar para você como funciona esse método que poucos conhecem. Boa leitura!

O que são ghost kitchens?

Também chamadas de dark kitchens ou restaurantes virtuais, são cozinhas que funcionam como coworking —aquelas empresas que funcionam em um mesmo local e compartilham as áreas comuns, mas tendo estrutura própria. Ou seja, são espaços destinados apenas a atender ao delivery.

Como funciona uma ghost kitchen?

O funcionamento de um restaurante tradicional é complexo, não é mesmo? Enquanto lida com a cozinha, é necessário recepcionar os clientes e entender quais pratos precisam ser preparados.

No caso da ghost kitchen, a história é diferente. Em vez de ter salões para recepção e garçons, o restaurante se especializa em uma das áreas que mais crescem: o delivery.

Ao invés de ter o serviço de delivery somente como incremental ao faturamento do salão, as Ghost Kitchens têm o delivery como exclusiva fonte de renda.

Sem a necessidade de ocupar os melhores locais da cidade, o custo é reduzido, aumentando a competitividade da empresa. Ao ter um modelo de linha de produção dentro da cozinha, sem a necessidade de lidar diretamente com o público ou mesmo com motoqueiros, os profissionais se concentram mais nos pedidos, o que diminui a quantidade de erros.

Focando somente no delivery, os restaurantes conseguem acompanhar de perto e ter mais controle dos indicadores de delivery. O resultado disso? Serviço de qualidade e mais pedidos nos aplicativos.

Por que ghost kitchen é uma tendência?

Veja, abaixo, as vantagens que podem tornar esse método popular.

Facilita a instalação em pontos estratégicos

Esqueça tudo que você aprendeu sobre como escolher o melhor ponto. Em vez de pensar em lugares que atraem mais clientes, você pesquisa quais deles conseguirão atender o público em menor tempo. Ou seja, importa mais a região do que a visibilidade, já que o local não será aberto aos consumidores.

Não necessariamente você precisa estar na avenida mais cara da sua cidade. Estando numa propriedade alguns quarteirões de distância, você consegue pagar muito mais barato e atender com a mesma qualidade.

Há o compartilhamento da cozinha

Você já imaginou como seria legal ter mais gente para dividir os gastos que você tem com o restaurante? Pois é, isso acontece com os restaurantes virtuais! Como não são abertos ao público, várias empresas podem trabalhar no mesmo local, com estrutura própria, sem nenhum problema.

Entretanto, não há compartilhamento de cozinhas. Ou seja, cada restaurante tem seus próprios equipamentos. Tanto a água e a luz, por exemplo, são individualizados. A vantagem disso você já sabe!

Ambientes mais colaborativos, além da possibilidades para fazer novos negócios. Isso é ótimo para trocar ideias com outros restaurantes sobre as melhores formas de servir o cliente e fazer com que a experiência dele seja a melhor possível.

Reduz custos de operação

É isso mesmo. Se você dividir os custos, multiplicará as receitas. Sem a necessidade de lidar diretamente com o público em locais valorizados e podendo compartilhar os gastos com mais empresas, você conseguirá diminuir os custos das operações e passar a diferença para o consumidor.

Não é necessário o investimento em uniformes, placas, garçons, manobristas, mesas, cadeiras… Menos custos fixos fazem com que o seu produto seja mais barato de produzir. Ao repassar esse preço mais barato para o consumidor, mais gente pedirá do seu restaurante.

Ao longo do tempo, com a demanda aumentando, é hora de você renegociar seus valores com os fornecedores e suas taxas com os aplicativos. Se você, ao invés de fazer 30 pedidos por dia, fizer 300, mais dinheiro os fornecedores e apps ganham do seu restaurante. Com você renegociando esses valores e barateando seus custos, mais barato também pode ficar o preço para o seu consumidor final. Preços mais baratos geram mais demanda! Esse ciclo vai fazer com que você venda cada vez mais, ganhe mais dinheiro e expanda a marca do seu restaurante.

Ou seja, seu negócio será mais competitivo, o que é fundamental para aumentar a quantidade de clientes e fidelizá-los.

Expansão do restaurante mais rápida e barata

Imagine abrir uma nova operação do seu restaurante com salão. O tempo para escolher um local espaçoso que caiba todos equipamentos e mesas e numa rua movimentada tende a ser considerável. Os investimentos e tempo para fazer todo a mudança, mobiliar e decorar todo o espaço também vai ser alto. Também temos que pensar na contratação dos garçons, já que temos que estar preparados para o lançamento do espaço com a casa cheia.

Todo esse investimento de tempo e dinheiro alto em uma nova região torna muito difícil, demorado e caro a expansão da sua marca para outras regiões.

É ai que surgem as Ghost Kitchens! É muito mais rápido e barato trabalhar com uma cozinha focada em delivery, onde a maioria dos custos são variáveis e proporcionais ao crescimento do número de pedidos.

Enquanto é possível gastar centenas de milhares ou até milhões de reais e vários meses para começar uma operação com salão, é possível começar uma ghost kitchen com poucas dezenas de milhares de reais e em semanas.

Como melhorar o preparo de alimentos?

Para aproveitar ao máximo o que esse tipo de restaurante oferece, certifique-se de:

  • escolher apenas uma categoria para capturar clientes específicos;
  • entender se o produto chega ao consumidor do mesmo jeito que foi preparado;
  • trabalhar com menos itens no cardápio, para gerenciar melhor os ingredientes;
  • ter total atenção ao preparo dos produtos;
  • contar com plataformas de gestão para ter máxima exibição com menor esforço possível.

Agora que você sabe o que é uma ghost kitchen, já pode levar seu negócio para um novo estágio. Em vez de lidar com a grande burocracia existente nos restaurantes, você tem à disposição locais que já contam com as principais licenças e estruturas para que o negócio cresça e fature mais.

Quer entender melhor como podemos ajudar seu restaurante nesse processo? Então, entre em contato agora mesmo e saiba o que podemos fazer para atrair mais clientes e facilitar seus processos de produção!

Posts relacionados

3 thoughts on “Ghost kitchen: saiba como funcionam as cozinhas para delivery

Deixe um comentário