Motoboy terceirizado ou próprio? Veja qual a melhor opção!

6 minutos para ler

Garantir boas entregas e um delivery eficiente é essencial para a expansão do restaurante e para os bons resultados nas vendas. Com a pandemia, as entregas de comida cresceram, e é importante tomar todas as medidas necessárias para estruturar o delivery com sucesso. Você pode montar esse serviço tendo sua frota própria ou com um motoboy terceirizado. 

Cada uma dessas opções envolve responsabilidades distintas, além de incluir também diversas possibilidades. Para escolher a melhor opção para o negócio, é importante entender bem o assunto e estar ciente dos impactos de cada alternativa.

Preparamos este post especial mostrando as diversas consequências positivas e negativas de ter uma equipe de entrega própria ou de contar com um motoboy terceirizado. Continue acompanhando para aprender mais sobre o tema!

Por que é importante oferecer uma boa qualidade de entrega no delivery?

A entrega precisa ser realizada com muito cuidado e qualidade, com toda a cautela para o manuseio adequado da embalagem de delivery e para o oferecimento de um tratamento cordial, profissional e respeitoso ao cliente. Em muitos casos, o pagamento pode ser feito em dinheiro e, por isso, é essencial que a entrega seja efetivada por um motoboy de confiança. 

Além disso, o profissional precisa estar capacitado para a realização das cobranças adequadas, para o manuseio das máquinas de cartões e para a efetivação do trabalho com eficiência. A entrega reflete diretamente na imagem da empresa, sendo essencial contar com uma pessoa capacitada para o cumprimento dessa tarefa.

Outra questão importante é que a moto é um transporte um pouco mais arriscado que a maioria dos veículos. Assim, é essencial ter um colaborador que respeita as regras do trânsito e que evita manobras arriscadas, para minimizar a probabilidade de acidentes e problemas no delivery.

Quais são as vantagens e desvantagens de contratar um serviço de entrega próprio?

Um serviço de entrega próprio traz diversas possibilidades, mas também demanda alguns cuidados. Vamos explicar melhor as variáveis envolvidas com o motoboy contratado. Acompanhe!

Vantagens do motoboy contratado

Ter um motoboy contratado dá mais autonomia para o negócio, já que você administra os horários e a frota de acordo com as necessidades e possibilidades da companhia. O profissional se aproxima mais da cultura da empresa e dos colaboradores, além de ser possível oferecer treinamentos para ele. Isso contribui para um melhor alinhamento com a proposta do restaurante e a maior qualidade das entregas. 

A alternativa é bastante segura. Afinal, o restaurante conhece mais o profissional e tem um vínculo mais estruturado com ele. 

Desvantagens do motoboy contratado

Contratando um serviço de entrega próprio, você conta com funcionários em regime CLT e tem que investir na manutenção da frota de veículos, incluindo compra, conserto e abastecimento. A proposta é mais burocrática e envolve mais custos. Apesar de ser uma alternativa de risco menor, se houver algum acidente de trabalho ou no trajeto, o restaurante tem que cobrir despesas adicionais. 

O estabelecimento tem mais preocupações além da atividade-fim, tendo que gerenciar também as atividades-meio. Se o trabalhador faltar, o restaurante tem que providenciar uma substituição.

Quais são as vantagens e desvantagens do motoboy terceirizado?

O motoboy terceirizado também apresenta diversas vantagens e desvantagens. Vamos explicar esses aspectos a seguir, para ajudar você a escolher a melhor possibilidade para o restaurante. Veja mais!

Vantagens do motoboy terceirizado

O motoboy terceirizado é uma alternativa de custo menor, que elimina preocupações com remuneração e frota própria. O restaurante paga pela entrega, e a organização contratada disponibiliza o profissional e o veículo para a efetivação das atividades. Essa possibilidade confere flexibilidade e ajuda no alcance de mais regiões da cidade. Outra vantagem é que, em caso de falta do funcionário, a empresa terceirizada providencia mão de obra para substituí-lo.

O restaurante tem menos preocupações, em termos de vínculo empregatício e manutenção de frota. Assim, é possível se concentrar nas atividades-fim do restaurante, ou seja, investir no seu core business, que é a atividade básica da sua empresa.

Desvantagens do motoboy terceirizado

É importante destacar que o restaurante tem que ter muito planejamento para entregar os resultados esperados com motoboys terceirizados. Afinal, o trabalhador não tem vínculo com a empresa e conhece menos a cultura corporativa. Assim, há menos engajamento. O restaurante não tem uma relação de longa duração com o profissional, pois a cada vez a empresa terceirizada pode enviar um colaborador distinto.

O processo é menos burocrático, mas traz preocupações a mais com a escolha da empresa terceirizada, buscando garantias de que ela oferece os direitos trabalhistas ao funcionário. É preciso avaliar muito bem, pois se você contratar uma corporação que não atende aos direitos do motoboy, sua empresa pode ser comprometida juridicamente. 

O que considerar na hora de escolher a melhor alternativa para o seu negócio?

A melhor opção vai depender das necessidades e dos objetivos do negócio. Ter um serviço de entrega próprio é uma opção de longo prazo, que envolve custos de manutenção e pode ser bastante compensatória, mesmo envolvendo um investimento maior. A iniciativa proporciona condições para a formação de um vínculo com a cultura corporativa, o que contribui para a qualidade da entrega. Assim, para um negócio sustentável em longo prazo, o motoboy contratado é a melhor opção.

A terceirização proporciona menos preocupações, mas deve haver muito cuidado para verificar se há precarização do trabalhador. Em caso de desrespeito aos direitos trabalhistas e à legislação, a sua empresa também responde pelo problema. É uma oportunidade mais viável em curto prazo e no início do negócio, quando o capital para investimento ainda é menor.

Escolher como será a formatação do serviço de entregas do restaurante demanda análises cuidadosas e uma boa avaliação dos pontos positivos e negativos de cada alternativa. A terceirização é uma possibilidade bastante flexível, mas que também apresenta qualidade menor, devido ao reduzido alinhamento com a cultura corporativa. Já a contratação pode ser mais dispendiosa, mas ganha em qualidade e confiança.

Para escolher se o restaurante vai buscar o motoboy terceirizado ou contar com uma equipe própria, analise bem as metas da empresa e avalie o modelo de negócio. Estude bem as variáveis com a equipe para fazer o melhor investimento.

Então, gostou do conteúdo? Confira também o nosso post sobre como definir a taxa de entrega de delivery do restaurante!

Posts relacionados

Deixe um comentário